O Santo Anjo da Guarda

“Santo Anjo do Senhor,
meu zeloso guardador,
se a ti me confiou a piedade divina,
sempre me rege, guarda,
governa, ilumina.
Amém”.
Ao pensarmos nos Santos Anjos da Guarda, logo nos vem a mente a oração tão popular que são ensinadas as crianças, ou a figura de um Anjo acompanhando uma criança. Muitas vezes, não temos a consciência que os Santos Anjos da Guarda nos acompanham por toda nossa vida. Quando somos crianças cuidam especialmente da vida física e quando somos adultos nos inspiram sentimentos santos, nos animam, nos alerta dos perígos, nos atrai ao bem respeitando sempre nossa liberdade.
Nos dia de hoje fala-se muito sobre os anjos, existe um modismo, uma mistura de crença e conteúdos que não condiz com o ensinamento da Santa Igreja.
Os Anjos sempre foram importantes na vida espiritual da Igreja e dos cristãos, por isso, é fundamental que conheçamos o que a Igreja ensina, ou melhor, o que ensina o Magistério da Igreja, a Sagrada Escritura, a Sagrada tradição e a Liturgia para que nossa crença seja correta e coerente.


Para os católicos a existência dos Anjos é dogma de fé confirmado por vários Concílios. Mas a propagação dos Santos Anjos esta sendo confudida com a superficialidade e as fantasias, com os misticismo e a mistura de crença que nada tem a ver com os bem-aventurados espíritos celestes.

Se pudéssemos apenas entender a dignidade deles, sua perfeição, seu estreito relacionamento com Deus, sua excelência e força, nos passaríamos a venerá-los de uma maneira extraordinária. O amor deles por nós é imenso e eles guardam nossas almas com grande cuidado, porque eles testemunham o grande ato de amor de Deus por nós. Eles sabem o alto preço pago por Cristo pelas almas, desta forma é um regozijo tê-los como nossos irmãos e companheiros.

O nosso desejo é que cresça a devoção aos anjos e, em especial, aoAnjo da Guarda de cada um.

“Aos anjos não se oferecem sacrifícios,
somente os veneramos com amor”.
Santo Agostinho

Fonte: Compêndio do Catecismo da Igreja Católica
Kieninger ORC, Josef – Os Anjos Bons e Maus, quem são que querem que podem. Anápolis, 2007.

Originalmente postado AQUI.
Advertisements

Deixe seu comentário aqui

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s