DESEJOS DO CÉU

Quando chegará, ó meu Deus, a hora em que eu possa contemplar a Vossa infinita formosura e ver-Vos face a face? No Céu amar-Vos-hei sempre e Vós amar-me-eis, também, e assim amar-nos-emos mutuamente por toda a eternidade. Oh! meu Deus! meu amor! meu tudo! Quando poderei, ó meu Jesus, beijar as chagas que por amor de mim Vos abriram?

Ó Maria, quando chegarei eu a ver-me prostrado a Vossos pés, para nunca mais me apartar da Vossa companhia? Eia, pois Senhora e advogada nossa, volvei para mim os Vossos olhos misericordiosos. Mostrai-me, ó Mãe amorosíssima, depois deste desterro, a Jesus, fruto bendito do Vosso Ventre.

(Sagrada Família, por um padre redentorista, 1910)

Advertisements

Deixe seu comentário aqui

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s