A tirânica "revolução dos direitos"

Em seu primeiro discurso sobre a moralidade e a justiça desde que entrou para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, há mais de dois anos, o juiz Clarence Thomas disse que a desordem e a criminalidade desenfreada nas cidades americanas resultam em parte da “revolução jurídica dos direitos”.
Esta vem tratando negros e pobres como vítimas de sua situação e não a responsabiliza por seus atos, mesmo delituosos.
O magistrado acrescentou que nessa medida são tratados como crianças “ou, o que é pior, como animais sem alma”.
O juiz Clarence Thomas, que é negro, ainda observou, com razão, que ” a longo prazo, uma sociedade que abandona a responsabilidade pessoal perde seu senso moral, e os pobres dos centros urbanos são os mais lesados”.

Outro blefe cubano
Tempos atrás, Cuba vendeu ao Brasil milhões de doses de uma vacina contra meningite que constituíram autêntico logro.
Agora, se lançam outros “experimentos”: tratamentos para doenças da pele e dos olhos, bem como para o câncer, usando cartilagem de tubarão!
“Num país sério, quem vende esse tipo de ilusão vai para a cadeia”, afirma o oncologista paulista Sérgio Si­mon.
Por sua vez, o oftalmologista Newton Kara José, professor da Universidade de São Paulo e da Unicamp, em declaração à revista “Veja” acerca da receita cubana para a cura da retinose pigmentar, denuncia: “é uma picaretagem; nenhuma publicação séria do mundo fala dessa técnica”.
Como é sabido, lá generali­za-se a penúria – resultado do malogro comunista, que há 34 anos tiraniza a ilha. Em contrapartida, Cuba oferece “turismo médico” ao custo de milhares de dólares.
Aguardemos a próxima “terapia” ou panacéia cubana …
TV: devastações comprovadas
Pesquisa da Children Now (Crianças Agora), organização californiana, demonstra que mais da metade dentre 850 crianças entrevistadas manifestam irritação ou depressão após assistir aos noticiários de TV.
Por sua vez, o Centro para Assuntos da Mídia, também dos Estados Unidos, concluiu ser o medo da população conseqüência de tanto “fixar (na mente) as imagens fornecidas pela televisão”.Em sentido análogo, o presidente da cadeia televisiva CNN, Ted Tumer, declarou, na Subcomissão de Telecomunicações da Câmara dos Deputados, que a carnificina e a violência na TV são diretamente responsáveis pela violência na sociedade norte-americana.
A respeito da televisão brasileira, órgão da imprensa carioca comenta: “Os mesmos executivos que argumentam que acabar com a violência na TV é o mesmo que tapar o sol com a peneira, rendem-se à lógica comercial da violência, sexo e baixo nível para aumentar a audiência”.E conclui: “Entre nós, contudo, não há sequer a autocrítica que os dirigentes de televisão norte-americana fazem”.
Ditadura e ineficiência das estatais
Três empresas estatais no âmbito federal – Petrobrás, Banco do Brasil e Caixa Econômica – anunciaram que deverão dispender, ao longo do ano corrente, um total de 178 milhões de dólares em propaganda.
Sobre a Petrobrás escreve à “Folha de S. Paulo” (27-3-94) Marcos Cintra, vereador de São Paulo pelo Partido Liberal, professor-titular da Faculdade de Economia da FundaçãoGetúlio Vargas, ex-secretário da Prefeitura (atual administrarão): “A abertura da famosa ‘caixa preta’ da Petrobrás, recentemente divulgada pela imprensa, é de estarrecer. Segundo o estudo, a empresa perpetra verdadeiros crimes contra a economia do País: o monopólio pratica preços abusivos …. ; retém mais de 90 milhões de dólares anuais em imposto de importação; superfatura o frete de petróleo importado, explora o povo ao pagar royalties 6,5vezes mais baixos do que no mercado internacional; é ineficiente ….
“Mas os vícios dos organismos estatais não se restringem à Petrobrás. Pagam salários ilegais a seus executivos e se recusam a submeter suas folhas de pagamento ao crivo do Governo e de seus órgãos de controle. Sugam do País o que podem, em beneficio de uma casta privilegiada de marajás 
“A revisão constitucional acha-se emperrada e dificilmente será capaz de corrigir estes desvios. Pelo contrário, as estatais gastam em propaganda nos meios de comunicação, em defesa do statu quo”.
Ademais, as recentes tentativas fracassadas de venda da companhia de navegaçãoLloyd Brasileiro e da Cobra Computadores – duas conhecidas estatais – põem a nu a intangibilidade das empresas governamentais brasileiras, embora estas só absorvam recursos e acumulem prejuízos.
O demônio torna-se moda
Artigo publicado no diário carioca “O Globo” constata: “O demônio agora é moda …. É impossível negar o charme do mal encarado. Ele está em alta na moda, na mídia e até mesmo nos jogos eletrônicos para adolescentes. Das vitrines aos ateliês de costura, passando pelas reportagens e capas das revistas de comportamento, não são poucas as referências ao anjo mau. Nas passarelas, o cabelo longo dos modelos foi torcido em forma de chifres “.
Blasfêmias, oficialização de “casamento” entre homossexuais são abominações cada vez mais freqüentes que acabam favorecendo o culto do demônio.
Mas quando tais pecados atingirem um grau de insuportabilidade, a taça da ira divina transbordará, como sucedeu com as cidades malditas de Sodoma e Gomorra, consumidas pelo fogo enviado do Céu.
Prédios envidraçados ou “estufas” –
Estudo de professores da Universidade Federal da Bahia mostra que a temperatura em certas avenidas do Rio de Janeiro e de São Paulo chega a ser sete graus mais alta que a registrada na periferia daquelas cidades. A causa é a mania de se construir prédios envidraçados – para acertar o passo com a arte moderna – que funcionam como verdadeiras estufas. O vidro permite a entrada da luz solar, mas não deixa o calor sair. Um edifício com vidros em excesso consome dois terços a mais de energia elétrica com ar condicionado, em relação a um prédio comum.
E há gente que ainda acredita na “funcionalidade” da arquitetura moderna… que criou essas “estufas”.
Em Congresso Internacional, elogio ao caos
Realizou-se em São Paulo e no Rio a 8° Semana Internacional da Criação Publicitária,reunindo 2.000 pessoas. O norueguês Stein Leikanger falou durante três horas, e só faltou sair carregado em triunfo. Leikanger apresentou sua agência de propaganda como anárquica, “embora o pessoal do atendimento tente pôr ordem”. E aconselhou: “Sempre tente induzir o caos na agência em que você trabalha. É um risco, mas ouse”. Eis aí um conselho inteiramente consoante com a onda caótica impressionante que invade o mundo atual.
Menores abastados… e criminosos
“Desde o início de 1992, temos registrado um crescimento significativo de delitos cometidos por jovens de classe média”, declarou a diretora da Divisão de Apoio ao Menor na Comunidade, daSecretaria de Estado da Criança, Família e Bem-Estar Social de São Paulo. Dos quatro mil menores da Grande São Paulo ali registrados, 800 foram considerados de famílias abastadas. A frase tão propalada “o menor rouba para matar a fome”, não passa, portanto, de uma balela.
Mozart aumenta QI
Enquanto o rock prejudica a mente, a música clássica aumenta o quociente de inteligência (QI). Pesquisadores do Centro de Neurologia do Aprendizado e da Memória, da Universidade da Califórnia (Estados Unidos) fizeram que 36 estudantes ouvissem uma sonata de Mozart, durante dez minutos. Após a audição, detectaram aumento de nove pontos no QI nos universitários.
O latim está voltando
Duas escolas particulares de segundo grau, em Porto Alegre, adotaram o latim entre suas disciplinas. A língua, que foi a oficial da Igreja Católica até recentemente, está interessando vivamente os alunos e até seus progenitores. A diretora de um desses colégios, o “Leonardo da Vinci”, declarou: “0 interesse é tão grande, que estamos pensando em criar um curso noturno para os pais”. Discorrendo sobre a importância do ensino do idioma de Cícero, um professor de língua latina da PUC daquela capital fez esta curiosa afirmação: “OS olhos dos alunos brilham quando descobrem o significado primeiro das palavras”.
Advertisements

Deixe seu comentário aqui

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s