Cardeal Merry del Val: Exemplo de prelado virtuoso e de nobre estirpe

Por Plínio Corrêa de Oliveira

São Pio X e o Cardeal Merry del Val

Exemplo de prelado virtuoso e de nobre estirpe
Esta fotografia, do Cardeal Merry del Val, mostra um fidalgo proveniente de duas grandes famílias. Pelo lado paterno, era filho do Marquês Merry del Val; e pelo lado materno, da Condessa de Zulueta. Circulava em suas veias sangue inglês, espanhol e holandês.

Analisando sua figura, notamos no todo –– na impostação da cabeça, do pescoço, no modo superior de olhar — uma dignidade, a qual parece pousar sobre seu peito, e que o esplendorifica por inteiro.

Há nele, sobretudo, muito do homem virtuoso. Um olhar bastante fixo, que vê longe, muito longe; e uma expressão de força e de tristeza. Força e tristeza aveludadas, meio disseminadas sobre o rosto. Muita resolução. Todo o perfil dele é resoluto, as sobrancelhas e o corte da boca são de um homem resoluto.

O olhar revela algo de doce, mas que mira para bem longe, e como que diz para os inimigos da Igreja o seguinte: “Vejo tua infâmia, ela me entristece. Mas eu te enfrento e te combato!”

Quando da eleição de São Pio X para Papa, ele fazia parte do conclave, não como cardeal, mas como secretário do conclave. Entrando na Capela Paulina, encontrou o então Cardeal Sarto, Patriarca de Veneza, rezando aos pés do Santíssimo Sacramento, com lágrimas que se desprendiam de seus olhos. Ajoelhou-se então junto ao futuro Pontífice e transmitiu-lhe uma comunicação do Cardeal Decano. Após ouvir a resposta de seu ilustre interlocutor, Mons. Merry del Val disse-lhe: “Eminência, tenha coragem, o Senhor o ajudará”.

Na manhã seguinte, o Cardeal Sarto foi eleito Papa com grande maioria de votos.

Logo depois, São Pio X, embora quase não conhecesse o jovem eclesiástico, mas percebendo seu valor, convidou-o para uma altíssima função, o mais alto cargo depois do Papado: Secretário de Estado da Santa Sé. E ele serviu São Pio X durante todo o seu pontificado.

Em suas memórias, o Cardeal Merry del Val narra como São Pio X morreu. Diz ele que, no decurso do mês de agosto de 1914, o Santo Padre estava acometido de uma enfermidade que não causava maior preocupação. Mas na noite de 19 daquele mês, seu estado se agravou. Na manhã seguinte, o Cardeal Merry del Val acudiu à cabeceira de seu leito. O Pontífice reconheceu-o, estreitou fortemente sua mão, e disse: “Eminência…, Eminência!”. Não conseguiu dizer mais nada. As últimas palavras pronunciadas pelo Pontífice, quando lhe comunicaram, pouco depois, a urgência de lhe serem administrados os últimos sacramentos, foram: “Resigno-me totalmente!”.Algumas horas se passaram e São Pio X entregou sua bela alma a Deus.

Nota:

O Cardeal Rafael Merry del Val nasceu em Londres, em 1865. Ingressou na Academia Pontifícia de Nobres Eclesiásticos em 1885, tornando-se seu presidente, por designação do Papa Leão XIII, em 1900. Secretário do conclave que elegeu São Pio X, foi por este nomeado seu principal colaborador, recebendo a púrpura cardinalícia aos 38 anos de idade. Quando nada fazia pressagiar sua morte, faleceu em 1930, em conseqüência de uma cirurgia simples.

Excertos da conferência proferida pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira para sócios e cooperadores da TFP, em 21 de maio de 1983. Sem revisão do autor.

Advertisements

Deixe seu comentário aqui

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s