Funeral do Pe. Walker, FSSP.


Disponibilizo aqui algumas fotos que tirei do funeral do Pe. Walker, FSSP, que foi celebrado pelo Superior Geral da FSSP, Pe. John Berg. Foi um funeral muito emocionante, principalmente no sermão, onde o Pe. Berg não podia conter a emoção e chorou ao olhar os pais do sacerdote assassinado e dizer: “[…] vocês nos deram o seu filho, e agora nós o encomendamos a DEUS… {chorando não conseguia continuar lendo o belo sermão}.” Continue reading

Sacerdotes da FSSP atacados em Phoenix, Arizona. 1 assassinado e 1 gravemente ferido. – Pe. Walker, descanse em paz.


Fratres in Unum.com

cruz

Por Rorate-Caeli | Tradução: Fratres in Unum.com* – A Missão Mater Misericordiae, a Comunidade da Missa em latim da Diocese de Phoenix, Arizona, dirigida pela Fraternidade Sacerdotal São Pedro (FSSP), foi palco de uma horrível tragédia na quarta-feira à noite, caracterizada pelo arrombamento e invasão de sua igreja por assaltantes armados.

Padre Kenneth Walker, FSSP, vigário, foi assassinado. Requiescat in pace.Por favor, reze também pelo consolo de sua família. Padre Walker tinha 29 anos. 

Padre Joseph Terra, FSSP, pároco, foi gravemente ferido pelos criminosos, e está (ao menos até onde sabemos no presente momento) hospitalizado em estado grave. Por favor, reze por sua saúde e complete recuperação, através da misericórdia de Deus Onipotente.

Rezemos, enfim, por seus paroquianos e todos os que estão sofrendo esta provação.

Rezemos pelos responsáveis pela execução das leis; possam eles cumprir a justiça segundo a vontade de Deus, com o…

View original post 296 more words

URGENT PRAYER REQUEST – FSSP Priests attacked in Phoenix, Arizona, 1 murdered, 1 critically wounded – Fr. Walker, rest in peace


The Mater Misericordiae Mission, the Latin Mass community of the Diocese of Phoenix, Arizona, run by the Priestly Fraternity of Saint Peter (FSSP), was the scene of a terrible tragedy on Wednesday night, following the breaking and entering of their church by armed burglars.

Father Kenneth WalkerFSSP, Associate Pastor, was murdered. Requiescat in pacePlease, pray also for the consolation of his family: his parents, brothers and sisters. Father Walker was 29.

Father Joseph Terra, FSSP, Pastor, was severely wounded by the criminals, and is (at least to our knowledge as of this moment) hospitalized in critical, but stable, condition. Please, pray for his health and his complete recovery, through the mercy of God Almighty.

Continue reading

Ritual e explicação das ORDENS MENORES


RITUAL E EXPLICAÇÃO SOBRE AS ORDENS MENORES

Há quatro ordens menores: dos ostiários, dos leitores, dos exorcistas e dos acólitos. Cada uma dessas quatro ordenações compõe-se de três partes. Antes, cada candidato é chamado pelo nome, devendo ele responder “Adsum” (presente).

 1ª parte: Uma admoestação ou instrução sobre as funções e os deveres que vão incumbir aos ordenandos.

2ª parte: A tradição dos atributos da ordem. Ao mesmo tempo que o bispo pronuncia a fórmula da ordem conferida, é necessário que os ordenandos toquem ao mesmo tempo o objeto (chave, livro, vela ou galhetas). (Este rito confere a dita ordem).

3ª: A oração especial sobre os novos ordenados, que encerra a cerimônia. Tem por fim pedir a Deus a graça e as virtudes necessárias para que cumpram bem as funções da ordem recebida.

I. A primeira das ordens menores é a dos ostiários (quer dizer porteiros). Estes têm a função de abrir e fechar as igrejas, de tocar o sino, e de proteger os vasos, paramentos sagrados etc. As suas virtudes especiais são o zelo pela casa de Deus e pelas almas.

II. A segunda das ordens menores é a dos leitores. A sua função é ler os livros santos, sobretudo no ofício das Matinas e fazer o catecismo ao povo. Pode também benzer os pães e todos os frutos novos. As suas virtudes especiais são o amor e o estudo das Escrituras assim como o zelo pela santificação dos fiéis.

RITO DA ORDENAÇÃO DOS OSTIÁRIOS

Após o canto da oração coleta, o presbítero assistente diz:

Accedant qui ordinandi sunt ad officium Ostiariorum.

Aproximem-se os que devem ser ordenados ao ofício dos ostiários.

Depois, chama cada um pelo nome. Cada candidato deve responder:

Adsum

Presente.

Os candidatos dirigem-se ao bispo e põem-se de joelhos.

I. Admoestação do bispo :

Suscepturi, filii carissimi, officium Ostiariorum, videte, quæ in domo Dei agere debeatis. Ostiarium oportet percutere cymbalum et campanam: aperire Ecclesiam et sacrarium: et librum aperire ei qui prædicat. Providete igitur ne, per negligentiam vestram, illarum rerum quæ intra Ecclesiam sunt, aliquid depereat, certisque horis domum Dei aperiatis fidelibus, et semper claudatis infidelibus. Studete etiam, ut sicut materialibus clavibus Ecclesiam visibilem aperitis, et clauditis; sic et invisibilem Dei domum, corda scilicet fidelium, dictis, et exemplis vestris claudatis diabolo, et aperiatis Deo; ut divina verba quæ audierint, corde retineant, et opere compleant: quod in vobis Dominus perficiat per misericordiam suam.

Vós ides receber, caríssimos, o ofício dos ostiários; vede o que devais fazer na casa de Deus. O ostiário deve tocar o címbalo e o sino, abrir a igreja e a sacristia e abrir o livro ao que prega. Tomai cuidado então para que, pela vossa negligência, nenhuma das coisas que estejam dentro da igreja se deteriore. Abri a casa de Deus nas horas certas para os fiéis, e fechai-a sempre aos infiéis. Empenhai-vos também a que, assim como abris e fechais a igreja visível com as chaves materiais, assim também fecheis para o diabo a casa invisível de Deus, que são os corações dos fiéis, e abri-a para Deus pelas vossas palavras e exemplos; para que guardem no coração as palavras divinas que ouvirem, e cumpram-nas com as obras: que o Senhor faça isso em vós pela Sua misericórdia.

II. Tradição das chaves

Os ordinandos tocam as chaves que o bispo lhes apresenta, enquanto lhes diz:

Sic agite, quasi Deo rationem pro iis rebus, quæ his clavibus recluduntur.

Agi como devendo dar contas a Deus por tudo aquilo que estas chaves encerram.

Depois o presbítero assistente conduz os já ordenados ostiários, que devem abrir e a fechar as portas da igreja e tocar-lhe o sino. Em seguida, recondu-los de novo diante do bispo.

III. Oração pelos novos ostiários:

Deum Patrem omnipotentem, fratres carissimi, suppliciter deprecemur, ut hos famulos suos bene+dicere dignetur, quos in officium Ostiariorum eligere dignatus est; ut sit eis fidelissima cura in domo Dei, diebus ac noctibus, ad distinctionem certarum horarum, ad invocandum nomen Domini, adjuvante Domino nostro Jesu Christo, qui cum eo vivit, et regnat in unitate Spiritus Sancti Deus, per omnia sæcula sæculorum.

R. Amen.

Ao Deus Pai omnipotente, irmãos caríssimos, oremos suplicantemente, para que Se digne aben+çoar estes Seus servos, que Se dignou escolher para o ofício dos ostiários; para que esteja neles o fidelíssimo cuidado da casa de Deus, dia e noite, chamando nas horas certas para invocar o nome do Senhor, com a ajuda de Nosso Senhor Jesus Cristo, que com Ele vive e reina na unidade do Espírito Santo, Deus por todos os séculos dos séculos.

R. Amém.

O bispo tira a mitra, e vira-se ao altar, cantando:

Oremus.

Oremos.

Diácono:

Flectamus genua.

Ajoelhemo-nos.

(Todos se ajoelham por uns instantes).

Subdiácono:

Levate.

Levantai-vos.

O Bispo vira-se para os ostiários e canta a seguinte oração:

Domine sancte, Pater omnipotens, æterne Deus, bene+dicere dignare hos famulos tuos in officium Ostiariorum; ut inter janitores ecclesiæ tuo pareant obsequio, et inter electos tuos partem tuam mereantur habere mercedis. Per Dominum nostrum Jesum Christum Filium tuum, qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti, Deus per omnia sæcula sæculorum.

R. Amen.

Senhor santo, Pai omnipotente, eterno Deus, dignai-Vos aben+çoar estes Vossos servos no ofício dos ostiários; para que, entre os porteiros da igreja, obedeçam ao Vosso favor e, entre os Vossos eleitos, mereçam ter a Vossa parte do salário. Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho, que Convosco vive e reina na unidade do Espírito santo, Deus por todos os séculos dos séculos.

R. Amém.

RITO DA ORDENAÇÃO DOS LEITORES

 

O presbítero assistente chama os que serão ordenados leitores:

Accedant qui ordinandi sunt ad officium Lectorum.

Aproximem-se os que devem ser ordenados ao ofício dos leitores.

Se são os mesmos que foram ordenados ostiários, ele assim prossegue:

Sunt iidem.

São os mesmos.

I. ADMOESTAÇÃO:

Os ordenandos põem-se de joelhos segurando uma vela na mão direira, então o bispo faz-lhes a seguinte admoestação:

Electi, filii carissimi, ut sitis Lectores in domo Dei nostri, officium vestrum agnoscite et implete. Potens est enim Deus, ut augeat vobis gratiam perfectionis æternæ. Lectorem siquidem oportet legere ei qui prædicat; et Lectiones cantare; et benedicere panem, et omnes fructus novos. Studete igitur verba Dei, videlicet Lectiones sacras, distincte et aperte, ad intelligentiam et ædificationem fidelium, absque omni mendacio falsitatis proferre; ne veritas divinarum Lectionum, incuria vestra, ad instructionem audientium corrumpatur. Quod autem ore legitis corde credatis, atque opere compleatis: quatenus auditores vestros, verbo pariter, et exemplo vestro, docere possitis. Ideoque dum legitis, in alto loco ecclesiæ stetis, ut ab omnibus audiamini et videamini, figurantes positione corporali, vos in alto virtutum gradu debere conversari quatenus cunctis, a quibus audimini et videmini, cælestis vitam formam præbeatis: quod in vobis Deus impleat per gratiam suam.

Eleitos, filhos caríssimos, para que sejais leitores na casa do nosso Deus, conhecei o vosso ofício e cumpri-o. Pois Deus é poderoso para que aumente em vós a graça da perfeição eterna. Com efeito, é necessário ao leitor ler ao que prega; e cantar as leituras; e benzer o pão e todos os frutos novos. Aplicai-vos então às palavras de Deus, a saber às leituras sagradas, distinta e abertamente, para a inteligência e a edificação dos fiéis, sem proferir qualquer mentira nem falsidade; para que a verdade das divinas leituras, pela vossa negligência, não se corrompa à instrução dos que ouvem. O que lerdes com a boca, crede nisso com o coração, e cumpri-o com as obras: para que possais ensinar aos que vos ouvem com as vossas palavras e igualmente com o vosso exemplo. E quando lerdes, estai num alto lugar da igreja, para que sejais ouvidos e vistos por todos, mostrando com a posição do vosso corpo que vós deveis viver num alto grau de virtude, de maneira a ser para todos os que vos ouvem e veem um exemplo duma vida celeste. Que Deus cumpra isso em vós pela Sua graça.

II. TRADIÇÃO DO LIVRO DAS LEITURAS

Depois dessa admoestação, o bispo toma e apresenta aos ordenandos o livro das leituras, eles o tocam com a mão direita enquanto diz estas palavras (este rito confere ao já ordenado ostiário a ordem dos leitores):

Accipite, et estote verbi Dei relatores, habituri, si fideliter et utiliter impleveritis officium vestrum, partem cum iis, qui verbum Dei bene administraverunt ab initio.

Recebei-o e sede proclamadores da palavra de Deus, se cumprirdes fiel e utilmente o vosso ofício, ides ter parte com aqueles que bem administraram a palavra de Deus desde o início.

No fim das ordens, o bispo tira a mitra, e canta em pé, voltado para o altar:

Oremus.

Oremos.

Diácono:

Flectamus genua.

Ajoelhemo-nos.

Subdiácono:

Levate.

Levantai-vos.

O bispo, voltando-se aos recém-ordenados leitores, de pé e sem a mitra, canta sobre eles a seguinte oração:

Domine sancte, Pater omnipotens, æterne Deus, bene+dicere dignare hos famulos tuos in officium Lectorum, ut assiduitate Lectionum instructi sint atque ordinati, et agenda dicant, et dicta opere impleant, ut in utroque sanctæ Ecclesiæ exemplo sanctitatis suæ consulant. Per Dominum nostrum Jesus Christum Filium tuum, qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti Deus, per omnia sæcula sæculorum.

R. Amen.

Senhor santo, Pai omnipotente, eterno Deus, dignai-Vos aben+çoar estes Vossos servos no ofício dos leitores, para que sejam ordenados e instruídos na assiduidade das leituras, e digam e o que deve ser feito, e cumpram com as obras o que deve ser dito, a fim de que, em cada exemplo da sua santidade, sejam uteis à Santa Igreja. Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho, que Convosco vive e reina na unidade do Espírito Santo, Deus por todos os séculos dos séculos.

R. Amém.

O presbítero assistente adverte os ordenados a voltarem aos seus lugares.

The Natural Law & Bioethics


Bioethics – This conference applies the principles from conferences 1 and 2 to the areas of medical morals so that the viewer understands why the Church and orthodox moral theologians teach that certain kinds of actions are right or wrong in the area of life issues.

These media files are Penanceware, which require that you do one of the following: (1) $1.00 via Paypal (http://www.sensustraditionis.org/inde…), (2) offer up a decade of the Rosary, or (3) perform some form of penance for the intentions of Fr. Ripperger (for each individual media file downloaded). The same rule applies if you copy and distribute to friends.